Chamo-me Carlos Manuel Gomes de Sá e estou a exercer as funções de diretor do Agrupamento de Escolas de Aver-o-Mar, Póvoa de Varzim, desde julho de 2007 e, nestes dias estranhos, vejo-me integrado neste movimento.

E tudo acontece no tempo da dita globalização. No tempo da permanente conetividade, fomos fustigados com um enorme abanão e deram-nos uma ordem para ficar em casa. Alguém escrevia, há dias, que aos nossos pais os mandaram para a guerra. A nós mandaram-nos ficar em casa. Aos professores pediram-lhes para ficar em casa e ficar ligados aos nossos alunos! Sempre!

Não bastava o clima, também têm sido semanas estranhas, estas últimas. Talvez as mais estranhas das nossas vidas profissionais.

Sinto, por isso, o dever de deixar aqui algumas palavras de apreço pelo imenso esforço que TODOS estão a fazer neste tempo de incerteza e ansiedade. Transformando-o em esperança e futuro!

Com o nossa comunidade escolar em mente, aderi ao movimento    #SOMOS SOLUÇÃO.

Como diretor, o meu compromisso é garantir que os equipamentos doados chegarão aos alunos mais necessitados e que a escola dará todo o apoio necessário.

No Agrupamento de Aver-o-Mar, perto de 230 alunos não têm computador ou tablet para responder aos desafios que lhes estamos a lançar.

As condições socioeconómicas menos favoráveis, que ditam uma taxa de ASE próxima dos 60%,  e neste cenário equipamentos informáticos não poderão ser a prioridade das famílias.

Daí o olhar para esta iniciativa e acreditar na capacidade do ser humano em, com criatividade, assumir a sua essência: ser com os outros! Para, de um momento para o outro, (tentar) colocar de pé um “novo” sistema educativo. Apesar das adversidades como as que a plataforma SOMOS SOLUÇÃO ajuda a combater.

São estes, felizmente, os contributos que nos procuram animar e fortalecer no caminho que estamos a trilhar. Que nos lembram que não o fazemos sozinhos. Que nos trazem à memória a imagem do Papa Francisco na imensidão da Praça de São Pedro a dizer-nos isso mesmo.

E a criatividade do ser humano ao fazer-se mais próximo do(s) outro(s) é uma contínua surpresa! Na nossa escola, voluntariamente, quase nos sufocamos em ações para não perder os alunos. Correio eletrónico e plataformas virtuais de comunicação foram as armas duma surpreendente renovação. Até à exaustão! Estivemos todos, professores, alunos, famílias, órgãos e estruturas do Agrupamento permanentemente ligados. Avizinham-se novos desafios, mas já temos parceiros firmes: Câmara Municipal, Juntas de Freguesia e Associação de Pais.

Ainda somos poucos. Todos somos poucos.

Queremos continuar ligados. Queremos chegar mais longe. Chegar a todos.

Esse é o ímpeto que, enquanto diretor, não posso deixar morrer.

Essa é a razão do apelo a toda à sociedade civil, aos empresários, associações de diversa ordem que colaborem nesta ação, contribuindo, na medida do possível, com a cedência de equipamentos tecnológicos que potenciem e facilitem este novo modelo de ensino. Sejam computadores ou tablets.

O objetivo é angariar equipamentos até ao início do 3.º período, que inicia no 14 de abril.

Todo o material doado vai ser decisivo para que estes alunos continuem a desenvolver as suas aprendizagens.

O contexto que nos rodeia, apesar dos isolamentos, dá-nos um novo fôlego para podermos continuar, cheios da confiança de que não seguimos sozinhos, mas acompanhados. Porque o vazio do confinamento social, embora necessário e custoso, não é percorrido na solidão!

Nunca precisamos tanto uns dos outros!

Para que as semanas que virão sejam propícias às aprendizagens!

A todos os que já participam e a todos aqueles que ainda se virão a juntar a esta plataforma, manifesto profundo reconhecimento por SEREM SOLUÇÃO!

Carlos Gomes de Sá
Diretor
Agrupamento de Escolas de Aver-o-Mar

 

Veja as condições em https://somossolucao.com/

 

A ideia

O #somossolução surgiu a partir de um grupo criado no facebook e-learning – apoio, que tem como intenção ajudar profissionais da educação, a adaptarem-se à nova realidade fruto do encerramento das escolas.

Uma das questões que foi surgindo e que carece de atenção redobrada
prende-se com o facto de vários alunos não terem acesso a dispositivos móveis o que os impede de acederem às plataformas disponibilizadas pelas escolas.

Ler mais

A concretização

As escolas portuguesas enfrentam um dos seus maiores desafios: desenvolverem no mais curto espaço de tempo soluções digitais para dar continuidade à sua função primordial e ao mesmo tempo acautelar que o ensino, agora digital, chegue a todos os seus alunos.

Cedo percebemos a necessidade imperiosa de chegar aos alunos que não têm acesso a dispositivos digitais para utilização em casa, sobretudo os carenciados.

#SomosSolução é um movimento que se iniciou neste momento, particularmente difícil, como resposta para apoio às escolas que necessitam de assegurar o ensino por meios digitais, mas cujos alunos não têm recursos para isso.

Empresários e Empresas querem ajudar estes alunos e para isso foi criada uma ponte entre estes e diretores de escolas para a oferta de dispositivos (tablets, portáteis e computadores) novos e usados que as escolas emprestarão aos alunos mais carenciados.

Sabemos que os recursos são escassos devendo ser bem aproveitados e, por isso, definimos as condições para as escolas receberem estes equipamentos:

  1. Ter plataformas digitais já implementadas e em funcionamento;
  2. Assegurar a existência de ligação à internet;
  3. Assegurar a assistência técnica para preparação dos equipamentos para utilização pelos alunos;
  4. Envolvimento do diretor em todo o processo.

Como funciona?

Os doadores informam o que pretendem oferecer e as condições.

Os promotores do movimento contactam os diretores das escolas.

Os diretores identificam os alunos carenciados e asseguram a entrega.

Os doadores recebem a informação sobre os alunos a apoiar.

Os doadores procedem à entrega ou informam onde os diretores podem levantar os equipamentos.

Este é o momento para fazer a diferença!

Todos somos Solução.

#SomosSolução

Abraços (digitais)

Vítor Bastos (Professor do Colégio Vasco da Gama)

Luís Fernandes (Diretor do Centro de Formação da Póvoa de Varzim de Vila do Conde)

Carlos Gomes de Sá

Author Carlos Gomes de Sá

More posts by Carlos Gomes de Sá

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Help-Desk