Atualização: Greve Nacional da Função Pública – dia 20 de maio

Dados das 13h:
  • EB de Aver-o-Mar encerrada, sem condições para aulas (os alunos devem regressar a casa no transporte específico [aguardar na paragem], deixando de se realizar os horários da tarde)

 

Atualização – 8.00h, 20 de maio

Como é do conhecimento geral, está a decorrer uma greve geral da função pública, neste dia, verificando-se os seguintes:

JI e 1º ciclo: as decisões foram tomadas escola-a-escola, em função dos recursos existentes em cada estabelecimento;

EB de Aver-o-Mar: considerando os assistentes operacionais em funções, não estão reunidas as condições para assegurar o normal desenvolvimento das atividades.

Nesse sentido, e para o turno da manhã, são suspensas todas as atividades letivas com alunos, com exceção das duas turmas que estariam em Prova de Aferição de Educação Física, observando-se o seguinte horário:

8ºE: 8.10h/9.25h;

8º A: 9.30h(10.45h (foi antecipada).

Será contactada a empresa de transportes, para que os alunos que usam autocarro possam regressar a casa de imediato (estima-se transporte a partir das 9.00h).

As atividades da tarde serão reavaliadas por volta das 13.00h, fazendo-se nova informação a partir dessa hora.

Em termos de cantina, todas as senhas foram desmarcadas, mas como esta reúne condições para funcionar, quem quiser almoçar na escola deve remarcar a senha, até às 10.00h, no quiosque (bloco C) ou pela internet (página da escola).  A cantina funcionará entre as 12.00h e as 13.00h.

Relativamente aos professores, se as escolas reunirem condições para funcionar prestam serviço nesses estabelecimentos; caso se encontrem fechados, devem dirigir-se para a escola-sede, onde cumprem serviço. Para efeitos de recolha de dados, serão passadas folhas de presença às 10.00h e 12.00/12.30h, para o turno da manhã e pelas 14.00h e 16.30h, para o turno da tarde.

Em termos de sumário, e não sendo lecionada aula, deverá selecionar-se no canto superior direito “Não numerado” e depois selecionar o motivo aplicável (“greve” ou “impossibilidade de acesso às instalações”).

O Diretor

Carlos Gomes de Sá

 

 

Dados de 17.05

Face ao cenário de uma Greve Nacional da Função Pública, para o próximo dia 20 de maio, (6ª feira), divulgam-se os procedimentos a seguir, nos diferentes estabelecimentos de ensino deste Agrupamento:

2.º e 3.º Ciclo: EB de Aver-o-Mar (escola-sede) 

Em face dos cenários conhecidos, poderá dar-se o caso de a Escola não reunir os meios necessários para funcionar, com normalidade, pelo que importará assegurar o serviço de refeições (em princípio, garantido).

Para evitar desperdício de refeições, e conforme recomendação da tutela, as encomendas das refeições para 6ª feira, serão todas desmarcadasdevendo os alunos interessados em almoçar na escola, marcar as senhas no próprio dia, até às 10:15 horas, quer na própria escola, quer via internet, através do portal SIGE. Excecionalmente não será cobrada multa.

 

1.º Ciclo e JI 

Em face dos cenários conhecidos, poderá dar-se o caso de o JI/Escola não reunir os meios necessários para funcionar. Como tal, e a título excecional neste dia, os encarregados de educação apenas poderão deixar os filhos na escola às 9h00, confirmando na portaria se estão reunidas todas as condições para o bom funcionamento da escola. Nas escolas com JI que têm AAAF (Atividades de Animação e Apoio à Família), os encarregados de educação só podem deixar as crianças à hora habitual se estiverem reunidas as condições para o seu funcionamento. Nas escolas com CAF, os encarregados de educação têm de contactar a escola às 9h00 aferindo se a Escola está a funcionar normalmente. Caso o JI/Escola não reúnam as condições necessárias para o seu funcionamento as crianças/alunos terão que ser recolhidas.

Alunos com transporte especial (Unidade – CAA) 

A título excecional neste dia, a empresa de transportes só poderá deixar os alunos na escola, depois de verificar se a mesma (entenda-se a Unidade) irá funcionar. Caso não reúna as condições para funcionar, a empresa levará os alunos de regresso a casa. Cada encarregado de educação deve equacionar esta hipótese e conversar/combinar com o motorista qual a hora prevista de regresso a casa, caso a Unidade não funcione.

Carlos Gomes de Sá

Author Carlos Gomes de Sá

More posts by Carlos Gomes de Sá

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Help-Desk