ERAMUS + TOGETHER- MOBILIDADE DE ALUNOS E PROFESSORES CHÉQUIA (REPÚBLICA CHECA ENTRE OS DIAS 14 E 21 DE MAIO DE 2022)

Foram 7 alunos dos 7º A, B e E e 3 professoras que no passado dia 14 de maio e, durante uma semana, cumpriram a última, com alunos, do projeto Erasmus+”Together” à Chéquia, mais propriamente ao Agrupamento de Escolas de Pacov a poucos km de Praga.

O processo de seleção destes alunos envolveu trabalho prévio por parte dos alunos inscritos no clube Erasmus e que, desta vez, teriam de realizar um vídeo onde demonstrassem, em vídeo, a elaboração de um prato típico português/poveiro, de preferência, a usa inscrição em português e inglês; colaborar na construção de uma manta patchwork com desenhos alusivos às nossas tradições e demonstrar, ao longo do processo interesse, empenho e qualidade nos seus trabalhos. Obviamente, todos os documentos oficiais e regras exigidas de viagens tiveram de estar asseguradas. Para que tudo isto fosse possível foram feitas algumas reuniões com os encarregados de educação dos interessados.

Entretanto e, escolhidos os alunos e descansados os pais, estávamos, no dia 14 de maio pelas 12 horas no aeroporto Francisco Sá Carneiro no Aeroporto rumo a Praga. De sábado para domingo, foi lá que passamos os dias.

E agora? Vamos faltar uma semana e vamos perder as aprendizagens? Quem, de nós que alguma vez já viajou não aprendeu nada? Quem já alguma vez foi a um determinado lugar que nunca mais esqueceu na vida? Não só do lugar, como da companhia, da experiência? O que é viajar, senão aprender?

Uma Escola é muito mais do que uma sala de aula. A maior sala de aula é o mundo.

Os melhores educadores são os que, estando lá fora da sala continuam a ensinar…o médico deixa de ser médico fora do consultório?

A partir do momento em que deixaram os pais no aeroporto eis o que os meninos aprenderam:

  • A fazer sozinhos a entrada do aeroporto (os professores disseram para observarem muito bem como os outros faziam e fizessem igual) – colocaram o bilhete na posição correta e entraram
  • o mesmo na verificação das malas, a determinada altura os seguranças separaram-nos, os professores disseram “façam como virem fazer”…minutos depois estávamos todos juntos. Alguns alunos nunca tinham andado de avião ou, se tinham, quem fazia esse trabalho eram os pais;
  • a olhar para os placards e procurem o nosso voo e a porta de embarque, encontrada a mesma que verificar em que direção teríamos de seguir;
  • Entrando, no avião, a descobrirem os seus lugares através do bilhete de embarque

E lá fomos….a alegria da Francisca quando nos fizemos à pista foi indescritível “é agora professora???”

O dia seguinte foi dedicado a uma das mais belas cidades da Europa : Praga, capital da Chéquia. Como bons adolescentes que são, só pensavam em ir para o hotel jogar ou dormir e não davam valor ao que viram porque estavam sempre cansados e só se queriam sentar de 5 em 5 metros mas, como estavam em aula, Educação Física, Educação Visual, História, Geografia, Cultura e Cidadania também estavam nos planos. Mais uma vez, foram chamados à atenção para a beleza das coisas: “reparem nas cores dos edifícios, que ruas bonitas, olhem aquelas estátuas, quantas estátuas encontram nos edifícios que estão nestas ruas? qual o edifício mais bonito? Reparem como tudo é lindo e verdejante”  e, entre isto e aquilo assistimos a um concerto de música clássica no rio Moldava sobre a Ponte Carlos, vimos o relógio Astronómico, fomos ao Bairro Judeu, visitamos a parte velha, provamos gastronomia local, andamos a pé quase toda a cidade até que sentamo-nos à beira rio para descansar e regressar ao hotel de elétrico, cuja paragem era junto ao Edifício Dançante construído em homenagem a Ginger Roger e Fred Astaire.

No dia seguinte, começaram as atividades propriamente ditas, já que se juntaram a nós os nossos colegas estrangeiros da Roménia, Espanha e Irlanda e fomos acompanhamos toda a semana pelo Diretor e uma professora da escola Checa de Pacov.

Os nossos alunos estiveram muito bem toda a semana, foram eles que, com a sua boa disposição, conseguiram carregar no gatilho para que os outros meninos, também eles envergonhados, se juntassem e começassem novas amizades ao longo da semana. Dançaram, cantaram, fizeram brincadeiras e todos se juntaram. Foram fantásticos, alinharam em todas as atividades propostas de trabalho que tiveram que fazer na escola (pintura, fizeram crachás, atividades de TIC, etc)e todos gostaram muito deles! Alguns alunos nunca tinham andado de avião, de comboio e de elétrico e agora, podem dizer que a primeira vez que o fizeram foi numa das cidades mais bonitas da Europa.

Grande parte destes meninos não está habituado a estar 24/24 horas juntos, tivemos que gerir emoções, chatearam-se um bocadinho uns com os outros, por vezes, mas tivemos sempre que resolver, com base na compreensão, na conversa, no respeito mútuo.

Repararam que nem todos temos os mesmos hábitos e costumes, que não devemos julgar os outros pela aparência e pela religião, devemos colocar sempre em primeiro lugar o respeito, sermos gentis com as pessoas. (que é uma aprendizagem transversal a todas as disciplinas, nomeadamente a EMRC e Cidadania e Desenvolvimento)

Chegavam sempre muito cansados ao hotel mas, mesmo depois do jantar, o dia ainda não tinha terminado: tinham como tarefa elaborar um diário que tinham que enviar às suas professoras. No dia seguinte, era voltar a acordar cedo e voltar “à carga”

O dinheiro que os pais lhes deram para gastarem para prendas para a família tinha de ser muito bem gerido, não fossem eles acompanhados por duas professoras de matemática. De qualquer forma, eles é que tinham de fazer a conversão de coroas checas para euros e calcular o que iria sobrar para a semana, se iria valer a pena gastar dinheiro em guloseimas ou poupar. Portanto, a matemática não ficou esquecida.

Obrigada aos conselhos de turma dos alunos envolvidos que compreenderam a ausência destes alunos nesta semana, que valorizou as suas aprendizagens, tal como consta no novo referencial de avaliação e a todos os que, durante a semana, nos iam dando votos de boa viagem e preocupando connosco perguntando se tudo estava a correr bem.

Um grande agradecimento aos encarregados de educação que, embora de coração apertadinho, perceberam a importância que uma oportunidade destas traz para a educação dos seus educandos.

Este projeto chega ao seu término, com a vinda dos professores parceiros de 5 a 9 de junho à nossa escola, para avaliação final do projeto e serão tão bem recebidos quanto fomos nos seus países.

Obrigada a todos os que colaboraram e que estão a ajudar a preparação da receção final.

Professoras Fátima Morais, Paula Santos e Teresa Teixeira

Projeto Erasmus+ Together 2020-2021+1

Carlos Gomes de Sá

Author Carlos Gomes de Sá

More posts by Carlos Gomes de Sá

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Help-Desk