“É mais forte aquilo que nos une do que aquilo que nos separa” – Clube Erasmus traz a Europa a Aver-o-Mar!

O projeto Erasmus+ From Tradition to Innovation trouxe-nos para um Portugal distante, mas hospitaleiro, amigável, quente e cheio de tradições.”

Sandra Varkalaite,  parceira e coordenadora da Lituânia

 

O Clube Erasmus+ do Agrupamento de Escolas Aver-O-Mar, através da equipa de docentes e alunos que integram o projeto Erasmus+ From Tradition To Innovation, recebeu durante a semana de 03 a 07 de outubro, as representações das suas congéneres de projeto da Chéquia, Lituânia e Polónia, no que foram uns dias de intenso convívio e partilha de experiências, saberes e vivências entre toda a comunidade educativa.

Procurando ir ao encontro dos objetivos delineados no projeto de proporcionar aos nossos jovens, entre outros, valorizar o património cultural intangível, nacional e europeu, nomeadamente, no que diz respeito aos ofícios / profissões tradicionais vs. atividades / profissões inovadoras, novas empresas / áreas profissionais, conhecer novas oportunidades profissionais bem como o desenvolvimento técnico e tecnológico inerente, coube à equipa portuguesa fazer as honras da casa e organizar um conjunto de atividades e propostas de trabalho consentâneas com tais desideratos.

Para esse efeito puderam contar com a colaboração pronta não só dos alunos envolvidos como também com a generosa disponibilidade dos demais docentes, dos assistentes operacionais e das próprias famílias dos alunos que, solicitadas a ajudar, de imediato corresponderam ao que lhes era pedido.

Assim se realizou, por exemplo, uma oficina de formação sobre a camisola poveira, orientada pela D. Ana Cândida e pela D. Ana Gomes.

Logo no primeiro dia, e após a receção pelo Diretor, os alunos e professores visitantes puderam conhecer um pouco melhor a nossa escola e o nosso sistema de ensino, participando num digital peddypaper especialmente preparado para esse efeito.

Ao longo dos dias que se seguiram, as atividades que levaram todos os participantes, portugueses e outros europeus, a conhecer um pouco do que de melhor a Póvoa de Varzim e o nosso país têm para exibir, do tradicional ao inovador, sucederam-se, sempre com manifestações de admiração e apreço por parte de quem nos visitou.

Foi assim que, entre outros, visitámos o CIIMAR (Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental), onde fomos surpreendidos por diversos projetos de investigação de ponta no âmbito da preservação e sustentabilidade do mar e outros recursos hídricos, o Pavilhão da Água, fomos recebidos na Câmara Municipal pelo Vice-Presidente, Dr. Luís Diamantino, assistimos a uma demonstração da arte da ourivesaria, com destaque para a filigrana portuguesa e o famoso coração de Viana do Castelo; visitamos as Caves de Vinho do Porto Cálem viajando no tempo e no espaço pelo mundo do Douro vinhateiro, ainda o Museu da Cortiça – produto que dos primórdios do artesanal é, hoje em dia, de utilização alargada a objetos sofisticados de desporto, lazer, engenharia, espaço, vestuário, decoração, entre outros – e a réplica da nau quinhentista portuguesa em Vila do Conde e a Alfândega Régia.

Pelo meio ainda foi possível dar a conhecer um pouco da simpatia e hospitalidade das nossas gentes, nas deslocações às cidades da Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Porto e Gaia, as quais nos foram muito assinaladas pelos nossos parceiros de projeto europeus.

Por fim referir as experiências aquáticas que o grupo experienciou, vela, canoagem, remo e a possibilidade de experimentar diferentes tipos de barcos, com destaque para o SunSailer 7.0, barco movido a energia solar. Desta feita, os nossos agradecimentos vão para o Clube Naval e a Escola de Canoagem.

Numa semana que, de tão preenchida pareceu passar num ápice ficaram, apesar disso, fortes e duradouros laços de amizade e fraternidade entre todos os participantes, visíveis na emoção com que os nossos alunos se despediram dos seus colegas checos, lituanos e polacos…

Mais cientes de que é mais forte aquilo que nos une do que aquilo que nos separa, estamos certos que o alcance de todas estas aprendizagens se replicará no futuro junto de todos aqueles com quem, a partir de agora, todos nos cruzarmos… A começar, naturalmente, nos lares dos nossos alunos “europeus”…

“The main hope of a nation lies in the proper education of its youth”

Desiderius Erasmus

Professores:

Conceição Costa; Ilídio Machado; Marta Antunes; Paula Santos

 

Carlos Gomes de Sá

Author Carlos Gomes de Sá

More posts by Carlos Gomes de Sá

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Help-Desk