Category

Direção

Suspensão de atividades letivas: 22.01.2021 – atualização

By | Destaques, Direção | No Comments

Atualização 22.01.2020

Divulga-se a lista atualizada das escolas de referência para acolhimento de filhos de trabalhadores de serviços essenciais, de acordo com o definido no número 1 do artigo 31º-B do Decreto n.º 3-C/2021, de 22 de janeiro, legislação acessível em https://dre.pt/web/guest/home/-/dre/154946853/details/maximized

No caso deste agrupamento, a escola de acolhimento é a sede do Agrupamento, sita na Rua José Moreira amorim, 956, Aver-o-Mar.

Esta lista é dinâmica e poderá, face ao evoluir da situação, sofrer alterações. Estas alterações, serão sempre realizadas pela DGEstE, em articulação com os AE/ENA e os municípios.

Lista de escolas de acolhimento: ListaDSRN_EscolasAcolhimento_2101

Esta situação aplica-se quando há “mobilização para o serviço ou prontidão obste a que prestem assistência aos mesmos”. Os interessados vão entrar em contacto direto com as escolas de referência, apresentando as suas necessidades.

 

Destacam-se, nesta atualização de informação, algumas das linhas da comunicação remetida pelo Diretor-Geral dos Estabelecimentos Escolares:

“Conforme decidido no Conselho de Ministros de dia 21 de janeiro, em virtude da evolução da pandemia, as escolas devem suspender, a partir de amanhã, dia 22 de janeiro, até ao dia 5 de fevereiro, as atividades letivas e educativas, desde a educação pré-escolar até ao ensino secundário.

Vimos, assim, deixar as seguintes instruções e recomendações para este período:

  1. Rede de Escolas de Acolhimento:

A rede de escolas de acolhimento retoma a sua atividade, estando abertas as escolas para a receção e acompanhamento dos filhos ou outros dependentes a cargo de trabalhadores de serviços essenciais e servindo refeições a alunos beneficiários dos escalões A e B da ação social escolar, com o envolvimento das autarquias locais, a fim de garantir a disponibilização das refeições necessárias.

  1. Proteção de Crianças e Jovens em Risco:

As escolas de acolhimento estão disponíveis para receber, presencialmente, as crianças e jovens em risco sinalizados pelas CPCJ.

  1. Apoio aos alunos com medidas adicionais:

Sempre que necessário, são assegurados os apoios terapêuticos prestados nos estabelecimentos de educação especial, nas escolas e pelos Centros de Recursos para a Inclusão, bem como o acolhimento nas unidades integradas nos Centros de Apoio à Aprendizagem, para os alunos para quem foram mobilizadas medidas adicionais, salvaguardando-se as orientações das autoridades de saúde.

(…)

  1. Calendário Escolar:

Em função da evolução e duração da suspensão das atividades letivas e educativas, poderão vir a ser introduzidas alterações ao calendário escolar, para compensar e apoiar os alunos.”

 

Nesta fase,  e em articulação com a direção, os professores estão a enviar uma comunicação aos encarregados de educação, mostrando a sua disponibilidade para colaborar na resolução de eventuais constrangimentos, pois , como sempre, estaremos em contacto regular para o apoio necessário.

Para terminar e, recuperando as palavras do Dr  Miguel Gonçalves, Diretor-Geral da DGEstE, diríamos que o momento que atravessamos é de grande dificuldade e, em conjunto, enquanto comunidade, compete-nos mitigar junto das crianças e dos jovens o seu impacto e garantir o maior apoio possível aos que estão em situações mais vulneráveis.

Contamos, como sempre, com e envolvimento dos pais e encarregados de educação, a par do elevado profissionalismo e sentido de missão dos profissionais da educação, para que possamos continuar a afirmar o papel das escolas neste período em que lutamos pela preservação da saúde e de vidas, enquanto não esquecemos as funções educativas e sociais das escolas.

 

 

Informação partilhada a 21.01:

Partilha-se, a propósito da interrupção de atividades decretada pelo Governo, a informação conhecida até ao momento, no caso pela comunicação social, dados já partilhados através do Teams com os alunos.
Havendo orientações específicas para as escolas, estas serão aqui disponibilizadas.

 

Interrupção das atividades letivas» 22.01

Aulas terminam hoje, dia 21.01.2021 e não há aulas à distância na interrupção de 15 dias

Informação retirada de um site de informação. Havendo orientações formais do Ministério, estas serão divulgadas.

Recomenda-se aos alunos e professores que levem materiais/ equipamentos pessoais para casa, durante esta interrupção, 
devendo manter-se atentos aos Teams/Email; as informações para a comunidade serão passadas através da página do  Agrupamento. 
As senhas reservadas para amanhã serão desmarcadas pela escola.

"O Governo decidiu que todos os estabelecimentos de ensino (creches, escolas, ATL e universidades) vão fechar já esta sexta-feira e,
 nos próximos 15 dias, as aulas estão mesmo suspensas.
Isto significa que, ao contrário do último confinamento, não haverá mesmo atividades letivas durante duas semanas, o que implicará 
que o calendário depois terá de ser alargado, para se cumprir o ano letivo.

 "Desejamos que seja uma interrupção de curta duração e que tenha a devida compensação no calendário escolar, seja \na interrupção 
no período de Carnaval, na Páscoa, ou no verão", disse António Costa, remetendo a decisão para o ministro da Educação.

Os pais de crianças até aos 12 anos vão ter os mesmos apoios de março: as faltas serão justificadas e poderão meter baixa, com os
 vencimentos a ficarem reduzidos a 66%, pagos em partes iguais pela entidade empregadora e pela Segurança Social.

"Apesar de todo o esforço extraordinário que as escolas fizeram para se prepararem para o ensino presencial, face a esta nova estirpe,
 manda o princípio da precaução que façamos a interrupção de todas as atividades letivas durante os próximos 15 dias."

OUTRAS MEDIDAS

O primeiro-ministro anunciou também outras medidas, como o encerramento de todas as lojas do cidadão (só ficarão a funcionar os 
serviços de marcação, noutros locais).

Os tribunais ficam abertos só para atos urgentes e ficam suspensos os prazos de todos os processos não urgentes.

"Estas medidas reavaliaremos daqui a 15 dias, mas diariamente iremos continuar a acompanhar, nomeadamente os dados da nova estirpe."

Quanto às universidades, Costa admitiu que poderão ter de "reajustar" o calendário de exames.

Segundo António Costa, vão ficar abertas as escolas de acolhimento para crianças com menos de 12 anos cujos pais trabalham em 
serviços essenciais e não podem, por isso, ficar em casa.

Durante estes 15 dias, será garantido o apoio alimentar às crianças que beneficiam da ação social escolar e o apoio a crianças 
com necessidades educativas especiais.

As Comissões de Proteção de Crianças e Jovens vão manter-se "em pleno funcionamento".

O primeiro-ministro admitiu que foi o "crescimento muito acentuado" da prevalência da estirpe britânica a empurrar estas novas medidas.
 Na última semana, Portugal passou de 8% dos infetados com esta variante, para 20%, podendo mesmo atingir os 60% se nada fosse feito.

Fonte:

https://tvi24.iol.pt/politica/antonio-costa/decisao-esta-tomada-escolas-fecham-e-nao-ha-aulas-nos-proximos-15-dias

Outros dados:

https://tvi24.iol.pt/aominuto/5e56645d0cf2071930699ff6

 

Reconhecimento da Excelência e Mérito Escolar 2018/19 e 2019/20

By | Atividades, Destaques, Direção | No Comments

Entrega feita a 18 de dezembro de 2020, em cada uma das salas onde se encontravam os alunos, neste que é o último dia de aulas do 1º período e marca o início das comemorações dos 35 anos da abertura da então Escola Preparatória de Aver-o-Mar.

Esta entrega ocorre, assim, num dia simbólico para esta comunidade, pois:

– assinala-se, pela terceira vez com este cariz agregador, o DIA DO AGRUPAMENTO;

– simbólico, em segundo lugar, porque faz hoje 35 anos que esta escola abriu portas. Estávamos em 1985 e depois de vários adiamentos, a então Escola Preparatória de Aver-o-Mar começou a funcionar! Sim, abriu formalmente as portas no último dia do 1º período! Estávamos não no dia 18, mas no dia 13 de dezembro, mas vale este simbolismo de termos começado a funcionar no último dia do período;

– simbólico é também o facto de hoje, o último dia do período, já estarmos na escola remodelada, depois de em 2018, precisamente nesta dia, ter tido início o processo de obras para a requalificação desta casa, da nossa casa. Também passamos por vários adiamentos, por muitos contratempos, mas foi com muita satisfação que iniciámos este ano escolar num espaço renovado!

Numa altura em que o contacto social está limitado, optamos por fazer a entrega nas salas, tanto no 1º ciclo como na EB de Aver-o-Mar, tendo contado, em algumas salas, com a presença do Dr. Luís Diamantino, vice-presidente da Câmara e responsável pelo setor da Educação.

Habitualmente, a entrega é feita no final do ano escolar seguinte, ou no Dia do Agrupamento ou na atividade do final do ano. Era, em relação a 2018/19, cuja entrega seria feita no ano letivo seguinte, em dezembro de 2019, as obras não o permitiram fazer e, no final do ano, o confinamento impediu que nos reuníssemos.

Assim, juntamos nesta entrega, esse ano e os do ano letivo 2019/20, pois entendemos que era de inteira justiça fazê-lo.

Relativamente aos alunos que já saíram do Agrupamento, foi enviada uma comunicação para os mesmos, convidando-os a vir à antiga escola, durante o mês de janeiro, período após o qual o Diploma será remetido para casa.

Os Diplomas aos alunos do Quadro de Mérito e Excelência Escolar 2018/19, encontrando-se divididos em 4 categorias:

  1. Quadro de Excelência, nível A e B, respetivamente para classificações de nível 5 ou de 4,5 ou mais!!
  2. Quadro de mérito, aqui relevando  3 prémios, a saber:

– prémio superação de dificuldades

– prémio de solidariedade e cidadania

– prémio de Competitividade

Registamos 110 propostas validadas,  acrescidas de 4 prémios coletivos, em 2018/19, e 94 distinções em 2019/20 (quadros em anexo).

LIsta QME final 18.19

LIsta QME final 19.20

O reconhecimento do mérito, para além de estar definido na lei 51/2012, o Estatuto do Aluno, consta de artigo específico do Regulamento Interno do Agrupamento, pois entendemos que é justo que tal seja feito, reconhecendo-se o empenho da escola, família mas, sobretudo do aluno.

Na antiguidade clássica, os heróis eram recebidos com grandes honras, distinguidos com coroas de louros e outras homenagens. Assim nós hoje também o fazemos, dizendo a este conjunto de alunos que são um modelo, um exemplo para os colegas. São alunos que se distinguiram pelos seus resultados, pela sua capacidade de trabalho e dedicação. Com mais ajuda, com menos ajuda, com mais apoio ou menos apoio, a verdade é que os frutos acabaram por surgir e, depois de algumas amarguras de percurso, porque sempre existem, tiveram o doce saber de dizer “missão cumprida!” Valeu a pena!

Distinguimos os alunos que obtiveram 5 a todas as disciplinas, mas também aqueles que tiveram média final igual ou superior a 4,5 valores.

Mas para além destas notas de Excelência,  também relevamos  os alunos que, tendo iniciado o ano com dificuldades, relevaram um esforço notável de superação das suas dificuldades, pois se é trabalhoso subir de um 4 para um 5, muito exigente, sem dúvida, não é menos digno de destaque a recuperação dos níveis negativos, daí a distinção “superação de dificuldades”.

Em termos de imagem, e permitam-nos o seu uso, se ajudarmos alguém com dificuldades de locomoção a chegar ao andar de cima, acreditem que ele depois se movimenta como os demais. Agora, se pegarmos em alguém limitado e o deixarmos em frente de uma escada e lhe dissermos, tens que chegar lá cima, pois é lá que tudo se vai passar,  as possibilidades de fracasso são enormes, todos concordarão.

Não é isto que nós fazemos, não é essa a inclusão que promovemos!

Pois bem, no Agrupamento de Aver-o-Mar, talvez aquele que apresenta a maior taxa de alunos subsidiados e onde os progenitores têm uma escolarização mais baixa, estamos a tentar, através de inúmeros projetos, esbater essas barreiras, essas limitações. São inúmeras as medidas em aplicação, do apoio educativo à coadjuvação, da experiência do projeto Fénix à tutoria, do reforço curricular às Oficinas, das Bibliotecas aos Clubes, a par do investimento das famílias e da autarquia, o que faz com que estejamos a construir um percurso sustentado de sucesso, conforme prova a cerimónia de entrega de Diplomas, atípica, mas sentida..

Muitos parabéns a todos, sem exceção, na certeza de que esta distinção tem uma dupla face: de um lado diz chegada e parabéns e, do outro, partida, pois levam novas responsabilidades, novos desafios!

Nota: as fotografias relativas à entrega dos Diplomas serão passadas nos circuitos internos da Escola (TV do polivalente e futura TV a instalar no átrio do bloco A), onde estão expostos os Quadros de Méritos e Excelência, atuais e de anos anteriores.

AE de Aver-o-Mar participa em Estudo Diagnóstico para Aferição do Desenvolvimento das Aprendizagens

By | Destaques, Direção | No Comments

O Agrupamento de Escolas de Aver-o-Mar foi uma das unidades selecionadas pelo Ministério da Educação para desenvolver o Estudo Diagnóstico para Aferição do Desenvolvimento das Aprendizagens, visando conhecer as competências  dos alunos em termos  Literacias científicas, matemáticas, de leitura e informação.

A informação o que está a ser remetida aos pais/ Encarregados de Educação, das 11 turmas implicadas, refere o seguinte:

“A situação excecional vivida nos três últimos meses do ano escolar de 2019/2020, causada pela pandemia de Covid-19, e a suspensão das atividades presenciais no dia 16 de março, teve como consequência, durante o período em causa, a implementação de, entre outras, soluções de recurso de ensino a distância. As abordagens encontradas pelas várias escolas a nível nacional foram as possíveis na altura, de acordo com os recursos e estruturas de cada estabelecimento escolar, causando certamente algumas disparidades e desigualdades entre as várias escolas e entre os diferentes alunos, não só pelas condições disponibilizadas pelas escolas, mas também pelo contexto familiar de cada aluno.

Para que se possa ajudar a perceber melhor o contexto atrás descrito e o estado das aprendizagens dos alunos, será efetuado, no âmbito da Resolução de Conselho de Ministros Nº 53-D/2020, de 20 de julho, um estudo diagnóstico, com a aplicação de tarefas e um questionário a alunos dos 3º, 6º e 9º anos de escolaridade, com o objetivo de recolher informação relevante para o sistema educativo e para as escolas, de forma a poder identificar as áreas de intervenção prioritária e apoiar a implementação das medidas educativas adequadas à melhoria das aprendizagens dos alunos.

Tendo em consideração que a Escola Básica 2,3 de AVER-O-MAR foi escolhida para fazer parte da amostra de escolas do estudo em apreço, informa-se que no dia (data e horário variável), irá decorrer a sessão de aplicação do estudo, para a qual o seu educando foi selecionado. Os alunos deverão comparecer com uma caneta e será fornecido papel de rascunho.”

Os alunos vão realizar a prova de aferição num computador, disponibilizado pela escola, tendo sido selecionadas para o estudo, a iniciar-se na próxima semana, decorrendo até ao dia 20.01.2021, as seguintes turmas:

Classificações do 1º período

By | Destaques, Direção | No Comments
Já foram publicadas as classificações relativas ao 1º período, ano letivo 2019/20, para todos os anos de escolaridade, incluindo a avaliação das crianças do JI.
Para consultar as mesmas,  os alunos/ encarregados de educação podem aceder ao Inovar Consulta  ou à App Inovar Alunos (links abaixo).

Link para Inovar Consulta: https://inovar.ebaveromar.com/inovarconsulta/app/index.html#/login
Pode ser acedido em português, inglês, francês ou espanhol.

Como aceder ao Inovar Consulta:
No 2º e 3º ciclos, as pautas encontram-se ainda aficadas na escola-sede, nos locais de hábito. Nos restantes anos não há lugar à afixação de pautas.
Os pais/ EE que o desejem poderão contactar os educadores/ professores titulares/ diretores de turma por email ou através do telefone das respetivas escolas.

Escola Básica de Aver-o-Mar: 35 anos com uma mensagem especial de Natal

By | Destaques, Direção | No Comments

Estávamos no ano de 1985. Era o último dia de aulas do 1º período. Sexta-feira. Dia 13 de dezembro.

Depois de vários adiamentos e promessas, a então Escola Preparatória de Aver-o-Mar abria as suas portas! Entravam os primeiros alunos. Passaram por uma abertura nos taipais das obras, e sobre umas tábuas, contou uma aluna, aquando dos 25 anos!

35 anos volvidos, iniciamos hoje a comemoração de mais uma aniversário, neste que é o Dia do Agrupamento. Foi assumido o último dia do 1º período e quis o destino que, mais uma vez, estivéssemos em obras!! São os últimos retoques de uma obra que durou quase 2 anos, mas nos deixa extremamente felizes e orgulhosos!

Neste dia, que é então especial, temos um presente para a comunidade, assumindo-o como o nosso postal de Boas Festas neste Natal de 2020.

Nesta época de pandemia, de emoções tolhidas,  mas em que o balanço, face o tudo o que nos rodeia, é francamente positivo, esta mensagem de Natal, acreditamos, ganha ainda mais significado. É simples, produzida sem grandes meios, diríamos “caseira”, mas cheia de  Emoção, de Humanismo,  de Amor e Alegria, sendo, neste contexto em que os “olhos ganharam nova força”, ainda mais especial, revelando muitas das qualidades dos que fazem o Agrupamento. De facto, mais importante do que onde chegamos, é o caminho percorrido, sendo este final de período mais um marco desta caminhada, iniciada com muitos receios, mas feita de passos firmes, em que a articulação, a colaboração e sentido de responsabilidade  e de pertença a uma comunidade foram as pedras basilares.

Aqueles que a seguir aparecem,  no vídeo abaixo destacado, e glosando Fernando Pessoa, que, em “O Mostrengo”, refere «Aqui ao leme sou mais do que eu:/ Sou um Povo (…)”, também  não se representam a si mesmos, antes  uma comunidade,  um grupo de alunos, de professores, de funcionários, de pais, de parceiros… que tem um foco! E mais não revelamos, para não estragar a surpresa!

Durante este Dia do Agrupamento teremos, nas salas, e na observância das regras definidas no plano de contingência, a entrega dos Diplomas aos alunos do Quadro de Mérito e Excelência de 2018/19 (entrega adiada devido às obras) e 2019/20 (não realizada devido ao COVID19), bem como das máscaras de proteção, personalizadas, a utilizar no 2º período. Os alunos que já saíram da escola receberão um convite para visitar a mesma, verem a anterior “casa”, agora de cara lavada e ampliada. Será um prazer revê-los! São quase duas centenas de distinguidos, em que a excelência de resultados, valorizamos atitudes meritórias, de superação, de camaradagem, de combatividade, tanto em termos individuais, como de turma. A lista dos distinguidos será também aqui disponibilizada, constando os seus nomes dos Quadros de Honra instalados na entrada do bloco A.

Destacamos, ainda, a entrega de mais de três dezenas de cabazes de alimentos, mais um gesto solidário desta comunidade, para alegrar um Natal de algumas famílias, ainda mais atípico nestes tempos de pandemia.  A divulgação dos vencedores do concurso de presépios também será conhecida neste dia, ainda marcado pela entrega de outros diplomas, relativos a concursos em que os aluno se envolveram (Matemática, Geografia,  EMRC, Educação Física, Cidadania e Desenvolvimento, Biblioteca…).

Aliás, todos os trabalhos, das Artes à Cidadania, da Educação pré-escolar ao 9º ano, podem ser vistos, desde já, através do Teams. Os pais/ encarregados de educação, através dos acessos dos educandos (Ofice365), podem aceder ao histórico das publicações deste 1º período, sendo, a visualização do canal dos alunos um excelente mote falar sobre do trabalho feito e do que poderá ser melhorado para o 2º! Fica o desafio para o período que se avinha em que o recolhimento será nota dominante e fator de segurança.

Serão ainda passadas, na Rádio Escola, já em funcionamento, nesta fase ainda só na escola-sede, as belíssimas mensagens de Natal elaboradas pelos alunos, para escutar com o coração, conforme partilha feita já neste site.

O Natal “anda no ar” nas escolas do Agrupamento. São inúmeros os trabalhos dos alunos do 1º ciclo que apelam a uma vivência feliz deste momento! O colorido das decorações de Artes lembram uma escola multifacetada, multicultural, uma escola “Aver-o-Mundo”, uma escola que acolhe e respeita as diferenças, integrando-as.

Não terminamos  esta abertura oficial deste aniversário, sem a apresentação do logotipo das comemorações dos 35 anos, que marcará as iniciativas que se estenderão até dezembro de 2021.

Levantando um pouco o véu, e havendo muitas leituras possíveis, diremos que, partindo do logotipo do Agrupamento (que assumiu o logo inicial da EB 23 de Aver-o-Mar), foi trabalhado o simbolismo da onda, já presente na base, e toda a sua polissemia.

Notando que o logotipo que estava, antes da recuperação da escola-sede do Agrupamento, na parede poente do bloco B, focando o mar, agora mais escondido pelas construções entretanto surgidas, foi reposto, com toda a sua magnitude, no interior do bloco A, na entrada principal, interpelando, agora, todos os que nos visitas, apontamos que esta onda azul pode traduzir o caminho percorrido, a navegação feita nestes 35 anos, enquanto Agrupamento, unindo diferentes gerações e espaços/ escolas; as formas arredondadas dos números (expressão consciente, que remete para uma espécie de operação matemática, conjugada com o traço verde do barco, tal qual as “contas”, que marcarão a memória de quase todos os alunos), também podem traduzir essas rotas, os ciclos da vida, a repetição de percursos, um “voltar a casa”. Hoje são os Encarregados de Educação que, quando trazem os filhos à escola, recordam os seus tempos de estudante, invertendo-se os papéis! O algarismo 3 utilizado  poderá traduzir isso mesmo, porquanto também reproduz o início do percurso, dessa caminhada, o E do Encarregado,  aqui apresentado invertido, que agora volta a um ponto onde já esteve. E onde foi feliz, certamente, onde teve os seus anos dourados, como traduz a paleta escolhida. A fonte escolhida simboliza, assim, as gerações que passaram pelas escolas deste Agrupamento: ontem alunos, hoje pais com os filhos na mesma escola!
Se há uma espécie de percurso cíclico, que se repete, o ondear superior do algarismo 5, aberto, virado para cima, aponta o futuro, os novos voos, os caminhos seguidos,  tal como a parte superior da vela, remetendo também para o conjunto de inscrições patentes nos tetos em betão das coberturas da requalificada EB de Aver-o-Mar, tal qual a capela/ palheiro de sargaço central da vela,  mostrando a importância de uma comunidade, de que se orgulha e que exibe.
Assim será este logotipo, idealizado por Filipe Abreu! Uma “requalificação” da imagem base, ou seja, uma escola que evolui, que se adapta, mas que mantém a sua génese, a sua matriz, o seu rumo, aproveitando todos os ventos e procurando fazer, sempre, navegações sustentadas, seguras e focadas, em linha com o lema do nosso Projeto Educativo: “Agir no Presente, Construir o Futuro”.
É uma leitura possível, mas defendemos uma escola plural, com outras leituras, outras matizes…

Boas festas para todos!

Um Santo e Feliz Natal.

Mensagem de Natal 2020: https://youtu.be/9fIkwzx7Z5o

Carlos Gomes de Sá, diretor

 

 

Dia Internacional das Pessoas com Deficiência

By | Destaques, Direção | No Comments

Dia Internacional das Pessoas com Deficiência comemora-se anualmente a 3 de dezembro, sendo que esta data tem como principal objetivo a motivação para uma maior compreensão dos assuntos relativos à deficiência e a mobilização para a defesa da dignidade, dos direitos e do bem-estar, para que se crie um mundo mais inclusivo e equitativo para as pessoas com deficiência, seja ela física ou mental.

A ONU – Organização das Nações Unidas é a responsável pela criação da comemoração, o que aconteceu em Assembleia Geral em 14 e outubro de 1992. Em 1998 esta mesma Organização com a convenção sobre os direitos das pessoas com deficiência.

As atividades levadas a cabo neste dia têm como fim de consciencializar a população da importância da integração das pessoas com deficiência na sociedade.  As comemorações nacionais deste dia estão a cargo do Instituto Nacional para a Reabilitação (INR), I.P, sendo que , em Portugal, muitas instituições realizam atividades diversas para celebrar o dia, data que sempre tem sido lembrada  no Agrupamento de Escolas de Aver-o-Mar.

Este ano destacamos, entre várias iniciativas, dois momentos especiais, a saber:

– projeto pedagógico “viagem para a Amizade “ :ver destaque em https://ebaveromar.com/dia-internacional-da-pessoa-deficiencia-viagem-amizade/

– “Dia do Desporto Adaptado”; aulas de Educação Física, ao longo da semana – Departamentos de E. Especial e Departamento de E.F. )

– «Ultrapassei obstáculos» Verificar ilustres conhecidos que possuíam algum tipo de limitação- vitrines/placard- entradas dos Blocos B,C,D,E,   –  DAC- Departamentos de E. Especial e Departamento de  Matemática).

– entrada em funcionamento da plataforma elevatória no bloco D, EB de Aver-o-Mar

Esta plataforma, resultante do processo de requalificação das instalações da EB de Aver-o-Mar, foi montada neste final de mês, e depois de devidamente testada, entra em funcionamento precisamente nesta dia 3 de dezembro.  É mais um passo na eliminação de todas as barreiras arquitetónicas desta escola que, dentro de 15 dias, assinala  o 35º aniversário da sua entrada em funcionamento.

A nova estrutura, semelhante à existente no bloco A, apresenta mecanismos de funcionamento melhorados e modernos, sendo totalmente automática  e bastante silenciosa. Permite funcionamento autónomo pelo utilizador ou através de um elemento de apoio. Como funciona a bateria, permite ainda a descida/ subida, mesmo em caso de falha de corrente elétrica.

Esta intervenção foi suportada pela Câmara Municipal da Póvoa de Varzim.

Vídeo Funcionamento da plataforma

 

APLICAÇÃO DAS MEDIDAS DO ESTADO DE EMERGÊNCIA NO AGRUPAMENTO

By | Destaques, Direção | No Comments

Considerando que:

  1. em 2 de novembro 2020 foi publicada a Resolução do Conselho de Ministros nº 92-A/2020, que declara a situação de calamidade, no âmbito da pandemia da doença COVID-19, com aplicação ao concelho da Póvoa de Varzim, sendo que, no seu artigo 4º, está regulamentada a tramitação relativa ao teletrabalho e organização do trabalho;
  2. em 8 de novembro 2020 foi publicado o Decreto nº 8/2020, que regulamenta a aplicação do estado de emergência decretado pelo Presidente da República;

e uma vez que o Agrupamento de Escolas de Aver-o-Mar não pode ficar alheio ao evoluir deste quadro pandémico, antes pelo contrário, deve implementar as medidas de prevenção e segurança que se revelem adequadas para proteger, tanto quanto possível, a comunidade escolar, determino:

  1. Implementação, nos serviços administrativos, de uma escala rotativa, com duas equipas de trabalho, que alternam entre si o trabalho presencial na escola, mantendo-se o horário dos serviços 9.00h/16.00h.

O atendimento nos serviços deve ser feito, preferencialmente, online (utilizar o email secretaria@ebaveromar.com) ou através do telefone (252690590 ou 933192219);

  1. A suspensão das seguintes atividades presenciais:
  2. a) Reuniões de docentes, no âmbito do funcionamento de todas as estruturas e órgãos a que pertencem;
  3. b) Reuniões de Conselho de Turma;
  4. c) Reuniões de trabalho colaborativo;
  5. As reuniões referidas no n.º 2 serão realizadas à distância, através do Teams, em horários a definir pelos docentes que as presidem ou coordenam, sendo que estes têm de assegurar que todos os docentes poderão nelas participar, devendo, por isso, acautelar o eventual tempo necessário de deslocação do docente da escola a casa e vice-versa.
  6. Os coordenadores, subcoordenadores e outros docentes que exerçam cargos com horas atribuídas, poderão cumprir essas horas em regime de teletrabalho.
  7. Os Diretores de Turma estarão presentes nas instalações escolares na hora de atendimento aos encarregados de educação, sem prejuízo de essa atividade se realizar, preferencialmente, por videoconferência (Teams) ou telefone. Recomenda-se, ainda e sempre que possível, o agendamento prévio destas situações/ contactos. A hora de DT GAMA será cumprida na sala GAMA, sendo que as duas horas restantes destinadas ao exercício do cargo poderão ser realizadas em regime de teletrabalho.

Este princípio, com as devidas adaptações, será aplicável aos atendimentos dos educadores e professores titulares de turma.

  1. Apesar deste cenário de funcionamento, poderão ocorrer necessidades excecionais que obriguem à presença ou à realização de reunião presencial, a qual deverá verificar-se.
  2. Implementação, em todos os estabelecimentos, do controlo de temperatura corporal, nos seguintes termos:
  3. Medida efetuada por meios não invasivos e sem contacto físico (termómetro digital de leitura remota), à entrada no estabelecimento de ensino, a realizar por funcionário afeto à portaria, a todos os utentes que pretendem aceder ao espaço;
  4. Será recusada entrada no espaço, sempre que:

– haja recusa na medição da temperatura corporal;

– seja apresentado um resultado igual ou superior a 38º;

Nota:

O controlo da temperatura encontra-se regulamentado no artigo 4º do Decreto nº 8/2020, de 8.11, sugerindo-se, em caso de temperatura igual ou superior a 38º, a realização de uma segunda medição, num máximo de 10 minutos após a 1º medição. Mantendo-se temperatura corporal igual ou superior a 38º graus, se adulto, deve regressar a casa e contactar o SNS24; se aluno, contactar o EE, para que recolha o aluno, que não deverá contactar com os colegas/ entrar na escola (em caso de necessidade extrema, encaminhar o mesmo para sala de isolamento, onde aguardará a chegado do EE).

  1. Mantém-se válidos os procedimentos de funcionamento e acesso aos espaços previstos nos planos de contingência.
  2. O definido no presente Despacho produz efeito a partir da data abaixo indicada, manter‐se‐á durante o atual estado e será alvo de nova avaliação logo que o nível de alerta venha a diminuir.

 

Estas medidas entram em vigor a partir de 10.11.2020, devendo estar com aplicação plena em 11.11.2020, ou seja, é admissível o seu faseamento no Agrupamento, considerando a necessidade de agilização interna de procedimentos e de recursos afetos.

Carlos Gomes de Sá,

Diretor

26 outubro: greve geral nacional dos trabalhadores das cantinas

By | Destaques, Direção | No Comments

Informação URGENTE e IMPORTANTE

JI e 1º ciclo

Está prevista uma greve geral nacional dos trabalhadores das cantinas para o próximo dia 26 de outubro, 2ª feira. Em face dos cenários conhecidos, poderá dar-se o caso da cantina do JI/Escola não reunir os meios necessários para funcionar.

Como tal, e a título excecional, neste dia, os encarregados de educação, que têm filhos a almoçar na cantina, terão que ligar para a escola, a partir das 10h30m, confirmando se estão reunidas todas as condições para o bom funcionamento da escola. Caso a cantina da Escola não funcione, os pais/encarregados de educação deverão recolher os seus educandos na hora de almoço para que os mesmos acedam a uma refeição em casa.

Após almoço poderão regressar à escola.

 2º e 3º ciclos

Informam-se todos os alunos e encarregados de educação que, face ao Pré-Aviso de Greve – Greve Nacional de Todas as Cantinas Escolares do dia 26 de Outubro, o refeitório da escola sede, PODERÁ ESTAR ENCERRADO neste dia.

A verificar-se a Greve, as turmas que iniciam as atividades letivas no TURNO DA MANHÃ  (5º e 6º anos) terão que ir almoçar a casa. Os alunos de 3º ciclo, com aulas de manhã (EMRC) e que fossem almoçar à cantina, ficarão dispensados da aula (a justificação será feita através da reserva de senha existente no sistema SIGE).

As turmas que iniciam as atividades letivas no TURNO DA TARDE (3º ciclo) , deverão vir almoçados de casa e cumprirão normalmente o seu horário.

As senhas adquiridas para este dia, em caso de greve, serão anuladas pela direção, ou seja, os alunos não precisam de realizar qualquer tarefa.

#EstudoEmCasa 2020/2021: início em 19 de outubro

By | Destaques, Direção | No Comments
O Ministério da Educação, em parceria com a RTP, relança o #EstudoEmCasa 2020/2021, após o reconhecimento generalizado da mais-valia e do impacto deste recurso.
No último trimestre do ano letivo anterior, este recurso demonstrou ser fundamental no acompanhamento das atividades dos alunos, numa altura muito específica de confinamento, tendo sido igualmente um recurso utilizado além-fronteiras e seguido por um conjunto diverso de pessoas fora da idade escolar. A universalidade do acesso ao #EstudoEmCasa, atendendo à disponibilização dos conteúdos na RTP Memória, em sinal aberto através da Televisão Digital Terrestre, permitiu que, mesmo os alunos mais isolados pudessem aceder a estes conteúdos educativos absolutamente relevantes no desenvolvimento das suas aprendizagens, em qualquer parte do território nacional. Esta via foi complementada pela disponibilização dos conteúdos através da RTP Play e através da página eletrónica da Direção-Geral da Educação – https://estudoemcasa.dge.mec.pt/ (na qual é possível encontrar todos os conteúdos utilizados pelos professores), bem com através da APP #EstudoEmCasa. Esta ferramenta educativa tem como objetivo ser um complemento à escola, atendendo à retoma do sempre desejável ensino presencial.
O #EstudoEmCasa 2020/2021 é, por isso, uma ferramenta à disposição dos docentes (no trabalho presencial ou a distância que desenvolvem), um apoio para os alunos que estiverem em casa, e/ou um “companheiro de estudo”. A segunda temporada do #EstudoEmCasa O #EstudoEmCasa 2020/2021 apresenta algumas novidades relativamente ao anterior modelo. Foram criadas uma equipa de coordenação e uma equipa específica para o seu desenvolvimento, composta por cerca de quatro dezenas de professores e quatro intérpretes de Língua Gestual Portuguesa.
Esta nova fase terá uma incidência particular no Ensino Básico, iniciando-se no dia 19 de outubro, por forma a acompanhar o calendário escolar definido pelo Ministério da Educação (durante as cinco semanas dedicadas especificamente à recuperação de aprendizagem, também a RTP Memória repôs blocos pedagógicos temáticos do ano anterior).
Os conteúdos diários têm tempo limitado, em blocos de cerca de 30 minutos, num total de 75 blocos semanais, cumprindo-se a maior parte das componentes curriculares, organizadas disciplinar e interdisciplinarmente. Estas transmissões vão ocupar a grelha da RTP Memória, das 9h às 16h30, com conteúdos que fazem parte das Aprendizagens Essenciais.
Tal como no ano passado, os blocos da manhã são dedicados aos 1º e 2º ciclos e os da tarde ao 3º ciclo, fazendo por norma a disciplina de Português Língua não Materna a transição entre os dois turnos (grelha em anexo).
Legado para o futuro Porque já não se trata de um recurso concebido numa situação de premência, a Direção-Geral da Educação concebeu os novos recursos de forma ainda mais estruturada e que constituirá, além do mais, um dos mais ricos, completos e transversais produtos pedagógicas produzidos nos últimos anos.
De notar a importante autonomização do 1.º e do 2.º anos, que decorre da necessidade de adequação às especificidades deste início de ciclo, marcado pela aquisição da escrita e da leitura, fator que condiciona inevitavelmente a metodologia a adotar, sendo evidente no 1.º ano a preponderância do domínio da oralidade, por exemplo, em atividades de compreensão, como forma de preparação para futuras atividades de compreensão da escrita.
A introdução do novo bloco de “Orientação para Trabalho Autónomo” provém da consciência da necessidade de desenvolver nos alunos formas de autorregulação e de aprofundamento das aprendizagens, indo desta forma ao encontro da progressiva evolução da área de competências de “Desenvolvimento pessoal e autonomia”, preconizada no Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória.
O #EstudoEmCasa para lá da televisão
O #EstudoEmCasa 2020/2021 para o Ensino Básico vai ser transmitido na RTP Memória, nos seguintes canais:
• TDT – posição 7
• MEO – posição 100
• NOS – posição 19
• Vodafone – posição 17
• Nowo – posição 13
Ficará igualmente disponível em:
• https://www.rtp.pt/estudoemcasa (emissão de cada dia on demand e módulos individualizados);
• https://estudoemcasa.dge.mec.pt/ (onde estão alojados os conteúdos que os professores utilizam em cada bloco);
• App #EstudoEmCasa.
Alargamento ao secundário
Como consequência da vontade de acolher todos os alunos neste projeto, o #EstudoEmCasa 2020/2021 contemplará também o alargamento ao Ensino Secundário. Para esta modalidade, foram operacionalizadas algumas alterações ao modelo do Ensino Básico. Apesar de este nível de ensino ter a mesma equipa educativa e o mesmo número de blocos semanais, estes serão organizados em blocos temáticos que podem ser abordados sequencial ou isoladamente, ficando acessíveis na RTP Play e na APP, por forma a serem utilizados como reforço das aprendizagens, especialmente em contexto fora da sala de aula.
Estes conteúdos começarão a ser disponibilizados em novembro.
O projeto #EstudoEmCasa é uma parceria do Ministério da Educação com a RTP, contando com o apoio das editoras Leya e Porto Editora

Ministro da Educação na EB de Aver-o-Mar

By | Destaques, Direção | No Comments

O Ministro da Educação esteve hoje na Escola Básica de Aver-o-Mar, na companhia do Presidente da Câmara, para proceder à inauguração oficial do espaço, após obras de requalificação e ampliação.

A cerimónia, limitada pelo contexto de pandemia, contemplou visita às instalações, em utilização plena desde 17 de setembro último, terminando com o descerrar de uma placa, na portaria da escola, que assinalou este relevante momento. Os ilustres visitantes foram recebidos com uma coreografia, enquadrada na aulas de educação física, sob a pala principal da imponente entrada, num projeto da autoria do arquiteto Mário Jorge.

Seguiu-se o usual momento de discursos, também ele diferente, uma vez que o diretor do Agrupamento não se encontrava presente, encontrando-se em isolamento devido ao COVID-19, tendo sido passada uma mensagem gravada com palavras de gratidão para com o Ministério e a autarquia, sem esquecer a comunidade, destacando o empenho e colaboração de professores, alunos e funcionários para o sucesso deste projeto.  Também o Presidente da Câmara, Aires Pereira, enalteceu a a comunidade escolar, que sempre mostrou uma postura colaborativa, apesar de todos os obstáculos que o processo, iniciado em outubro de 2016, conheceu, agradecendo do Ministro da Educação a postura da autarquia, sempre generosa e atenta. Tiago Brandão Rodrigues agradeceu ainda aos professores, enfatizando os investimento do ME na área da educação, com destaque para a contratação de mais recursos humanos, uma das áreas por norma deficitárias nas escolas.

No link abaixo poderá encontrar a informação produzida pela autarquia, sobre este cerimónia, contendo inúmeras imagens que perpetuam a visita, bem como o vídeo integral relativo às obras realizadas,  da autoria da direção, projeção feita durante a fase dos discursos, onde é possível ver o antes e o durante! Para ver o depois, convida-se à visualização do vídeo abaixo, realizado pelos alunos, que fazem uma visita guiada pelo novo espaço.

 

Imagens do processo de requalificação: https://youtu.be/ukL1AN9J8z4

 

Notícia da inauguração:

https://www.cm-pvarzim.pt/noticias/ministro-da-educacao-sauda-muito-bom-exemplo-da-remodelada-e-ampliada-escola-basica-de-aver-o-mar/

 

Visita à escola:

 

A subdiretora Helena Costa, com o Tiago Brandão Rodrigues e Aires Pereira, num momento de interação com o diretor Carlos Gomes de Sá, através das novas tecnologias.

Help-Desk